A melhor resposta a Nando Moura chegou tarde

1459969982

Muita discussão rolou nas redes sociais, ontem, 05 de abril, sobre as declarações polêmicas do vlogueiro Nando Moura, em vídeo onde ele convida alguns dos músicos mais conhecidos do heavy metal brasileiro para gravar uma versão para uma música do jogo Street Fighter. Muitas respostas ácidas foram dadas, uma delas do guitarrista Hugo Mariutti, com ofensas ao youtuber:

:12968735_10205823210002146_835378828_n

Teve gente que saiu em defesa de Hugo, dizendo que assina embaixo, e outros defenderam Nando Moura, considerando a postura dos músicos um tanto arrogante. Bom, pra começar o convite foi feito da pior maneira possível. Para quem não sabe, Nando fez um vídeo desafiando os músicos a tocarem no projeto dele, ou entregaria um simbólico troféu viadão tu és, nas palavras dele. A maneira desrespeitosa com que fez esse convite gerou toda essa raiva e diversas respostas, de igual maneira ofensivas. Até mesmo alguns fãs acabaram pagando o pato e recebendo réplicas não tão agradáveis.

Uma coisa que eu gostaria de observar, sendo também um músico e conhecendo as dificuldades de se fazer algo que ama no Brasil, é que ninguém tem o direito de chamar um colega de frustrado ou fracassado. Nem um lado e nem o outro. Uma postura dessas é imoral e anti-ética. De maneira nenhuma pode ser considerada uma postura profissional. Entendo que, no calor da hora, nós nos excedemos e acabamos falando o que não deveríamos. Porém, um músico, ainda mais quem tem um nome a zelar, deve refletir mais antes de dar qualquer resposta, principalmente se dirigindo aos fãs.

Nando Moura mostrou uma postura prepotente e faltou com respeito, isso é facilmente verificável nos seus próprios vídeos. Porém, tocar metal no Brasil não é toda essa moleza, mesmo para músicos experientes. Hugo já havia se revoltado com a circulação de um meme seu, que mostrava a realidade da cena brasileira.

piada

Resumindo, ninguém está com essa bola toda para humilhar músicos, ainda que sejam “menores”. Será que temos direito de chamar um iniciante de fracassado, de ridículo? Podemos nos considerar melhores do que uma banda que está fazendo shows em casas pequenas, ralando por um espaço? Pois bem, devemos o respeito à essas pessoas também.

Enfim, a melhor resposta dirigida ao desafio arrogante de Nando Moura, foi dada por Luiz Mariutti e postada no site Whiplash hoje. Seria perfeita se fosse a primeira e única réplica da parte de músicos que admiramos. Confira:

“Quando tomei conhecimento desse desafio, através de posts no meu facebook, fui procurar saber quem era o rapaz Nando Moura que até então nunca tinha ouvido falar. Só pelo modo como o convite foi feito, já não merecia minha atenção. Como uma pessoa convida, segundo ele, um dos melhores baixistas do mundo, fazendo um vídeo e dizendo que se eu não aceitasse receberia o premio Viadão tu és? Aliás, além de mim e do Edu, quem mais foi intimado? Incitando os seus seguidores a viralizar na minha pagina pessoal, em posts familiares que em nada tinham a ver com minha carreira musical. Como uma pessoa pode achar que isso é a maneira correta a se fazer um convite? É claro, que a resposta negativa, mesmo que educada, já estaria expondo os dois ao julgamento. Se você, Nando Moura, pode usar seus fãs para me encher de posts, eu não posso dar uma resposta a um deles? Claro que a resposta não era para o fã. Quem conviveu e convive comigo sabe o tipo de pessoa que eu sou, sabe que muitos dos fãs viraram amigos e que por onde passei deixei portas abertas.
 
Ano passado o guitarrista Damien Tigez me procurou pedindo para fazer uma linha e gravar uma música dele, PUNCH, eu fiz, de graça. Ainda participei do clipe que foi gravado na academia HAGE, onde dou aula e meu tatame vive cheio. Isso foi feito porque ele me veio com uma conversa de gente grande e não uma coisa que parece um capricho de alguém.
 
Nesses quase 30 anos de carreira, cultivei apenas coisas positivas em meu nome. Estive na montagem de duas das maiores bandas de metal nacional, trabalhei ao lado de grandes músicos e produtores… o que você chama de lamentação do passado eu chamo de História. Eu deixei bandas no auge, por vontade própria, gerando muitos empregos. Até hoje baixistas tiram as minhas linhas para estudar, mesmo eu não tendo likes pessoais, eu abri shows do AC/DC, Iron Maiden, vivi histórias incontáveis com lendas, eu viajei quase o mundo inteiro fazendo show lotado, essa é a minha história até aqui no Metal nacional. Agora minha nova banda, ABOUT2CRASH fez sua estréia no RIR e nosso disco será lançado no segundo semestre, então a quem você quer ajudar?
 
Que tal você ajudar, quem quer a sua ajuda? Você tem um irmão baixista que pelo que vi toca muito!! Por que não pensou nele primeiro? Um músico no ostracismo só traria coisas ruins para o seu projeto. Quando montei o Shaman com o Ricardo, os primeiros guitarristas que pensei foram meu irmão HUGO MARIUTTI e o Marcelo Araújo (MOTORGUTS), não em alguém decadente da época. Você, Nando Moura, mede sua fama por views e likes, eu, pelo que conquistei e pela pessoa que me tornei, uma pessoa que consegue ser feliz dando aulas de Muay Thai para alunos incríveis, aprendendo humildade e caráter com meus mestres, amando minha família, me divertindo com amigos. Mas eu entendo que o ego possa não te dar essa simples possibilidade hoje.
 
Por isso, não perca seu tempo com energia ruim, use essa sua raiva e transforme isso em boa música, em sucessos. Faça projetos com quem você tenha afinidade e amizade foque na sua banda! Mas lembre-se, um Estádio não se lota com views ou likes. Boa sorte!”

 

É com respeito e educação que se combate as críticas e a prepotência de alguns e não respondendo na mesma agressividade. Apesar de escrever aqui minha visão sobre o tema, estou certo de que muitos vão concordar que falta união e humildade na cena metal brasileira. Se os músicos se ajudassem mais e agissem com mais ética as coisas poderiam ser bem melhores. A resposta de Luiz é perfeita, educada, mas veio um pouco tarde, poderia ter evitado um desgaste para ambas as partes.

Ricardo Janke.
Fonte: Whiplash

Advertisements

4 Comments Add yours

  1. Danilo Fiory says:

    Excelente matéria. Concordo e muito com cada palavra dita. Respondemos a críticas e a “afrontas” com educação e ponderação. Resposta mas que perfeita do Luis.

    Liked by 1 person

  2. Depois desta resposta, o Nando chorou e se matou.

    Liked by 1 person

  3. Puta merda! Muito bom! Resposta excelente!

    Like

  4. Thank you
    fantastic Blog
    Good luck
    #$#$$

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s